quarta-feira, 5 de novembro de 2008

OH PAZ!




Oh Paz
Em que céu estás?
De que és feita?
É mesmo branca tua cor?
Oh Paz,
Vejo-te estendida nos lençóis azuis do céu,
Na imensidão do infinito mar...
Oh Paz, minha Paz,
Escondida estás
Nos reflexos dos prismas,
Nos cristais,
No ouro dos trigais...

Paz, querida Paz!
Querem mudar tua cor,
Tingir tuas brancas vestes!
Tirar-te do azul celeste,
Sangrar-te a essência!...
Oh Paz...
Quero-te branca
Em paz
Azul...

RosanAzul
Fpolis, 05/11/08

Um comentário:

Carlos Lopes disse...

Querida Rosane, o "estrela de David" gostaria muito de ter o privilégio de publicar no blog esta poesia tão especial assinada por ti. É possível? Abraço de Luz, na esfera branca da Paz.