terça-feira, 13 de maio de 2008

À QUERIDA MÃE DE FÁTIMA

13 de maio de 2008

Hoje, elevo meus pensamentos em prece;
Aos céus que é meu e de toda gente
Mas que hoje além mar o brilho é diferente
Pois que neste dia a paz, lá enaltece.

Com certeza, vossos campos estão mais verdejantes
Mais doirados os seus trigais
Em sinfonia estão todos os pardais
E por trilhas muitos peregrinos e viajantes

Hoje é um dia especial,
Para esse povo tão agraciado.
Um dia de luz assinalado
Ao querido Portugal!

Óh, Ave, Ave Maria
Senhora de Fátima
A todos, sem fronteiras mãe querida, ilumina.
Manda tua luz da cova da Iria.

Faça-nos hoje teus pastorinhos
Óh querida Mãezinha;
Passa teu manto azulzinho
Leva as inverdades e o desamor
Arranca dos corações sofridos os espinhos.

Óh, Mãe de Fátima
Derrama sobre cada um a tua Luz.
Óh Senhora das doces palavras
Vem e nos conduz
À um poema
onde dor e amor, nunca encontre rima...

RosanAzul

Nenhum comentário: