sábado, 24 de maio de 2008

CAVALINHO ALADO

Upa, Upa cavalinho,
Pareces estar voando,
Meu cavalinho alado
Quero ir te acompanhando.

Upa, Upa, cavalinho,
Que corres tão veloz
Não tens sela nem ensilha,
A liberdade é tua voz!

Upa, Upa cavalinho,
Te di não me disvencilho
Tua crina é fina e brilhante
Teu lindo pelo é rosilho

Upa, Upa, cavalinho
Meu cavalinho alado
Me leva junto contigo,
À andar estou cansado.

Joinville, 22 de maio de 2008

Um beijo Alado da
Ros'azul encantada!

Nenhum comentário: